Tratamentos

Tratamentos para olheiras

17 out , 2017  

foto de rosto de mulher passando corretivo nas olheiras

Há diferentes tipos de olheiras e tratamentos específicos em cada caso.

  • Olheira por falta de circulação: algumas pessoas podem apresentar problema de circulação na área dos olhos, fazendo com que o sangue fique parado no local.

Tratamentos indicados: Carboxiterapia, que é a aplicação de gás carbônico na região e Luz Intensa Pulsada, uma faixa de luz compatível com a melanina e a hemoglobina, clareando os pigmentos da olheira.

  • Olheira por perda de gordura ao redor dos olhos: a gordura facial é reduzida naturalmente com o passar dos anos, causando aparência cansada e formação de bolsas abaixo dos olhos.

Tratamento indicado: preenchimento com ácido hialurônico, que reduz o desnível da região, melhorando o aspecto de profundidade.

  • Olheira mista: apresenta pigmentação excessiva da pele, perda de gordura e flacidez abaixo dos olhos.

Tratamentos indicados: o laser ablativo fracionado age sobre o fragmento da melanina e promove o clareamento da região. O preenchimento com ácido hialurônico estimula a produção de colágeno e melhora a textura da pele. Em alguns casos é indicada uma cirurgia para remoção do excesso de pele.

Os cremes tópicos, isoladamente, não clareiam as olheiras, eles são indicados após os procedimentos para manutenção do resultado, hidratação e prevenção do envelhecimento.

, , , ,

Tratamentos

Tratamentos para acne

15 out , 2017  

Mulher deitada em maca com médica de jaleco branco e rosa ao lado com um creme de tratamento na mão direita e uma espátula na mão esquerda

Há diversos tipos de acne e para cada um há tratamentos específicos.

  • Grau 1- Acne não inflamatória
    Geralmente aparece na adolescência, mas também pode surgir em outras idades. Caracteriza-se pela presença de cravos na testa, no nariz e nas bochechas.

Tratamento: pode ser feito com cremes ou loções específicos para acne.

  • Grau 2 – Acne pápulo-postulosa.
    Caracteriza-se pela presença de acne, cravos, pápulas e pústulas, com a presença de pus.

Tratamento: podem ser usados antibióticos em comprimidos e antimicrobianos em gel de uso tópico.

  • Grau 3 – Acne nódulo-quística.

Aparecem principalmente no rosto, nas costas e no tórax e caracteriza-se pela presença de nódulos internos. São avermelhadas e doloridas.

Tratamento: antibióticos em comprimidos, antimicrobianos em gel de uso tópico e Isotretinoína, em alguns casos.

  • Grau 4 – Acne Conglobata

São lesões com pus que levam à formação de abcessos e fístulas. Podem, inclusive, causar deformações na pele.

Tratamento: antibióticos em comprimidos, antimicrobianos em gel de uso tópico e Isotretinoína, em alguns casos.

  • Grau 5 – Acne fulminante
    É um tipo mais raro e que aparece repentinamente, principalmente em homens, no rosto, no peito e nas costas. Pode causar mal estar, dor nas articulações e febre.
    Tratamento: medicamentos orais, tópicos e em alguns casos, cirurgia.

Em todos os casos o Dermatologista deve ser consultado para diagnóstico e indicação do tratamento adequado

,

Tratamentos

Verrugas – Diagnóstico e Tratamento

8 out , 2017  

Verrugas diagnóstico e tratamento

Você sabe o que são verrugas? Por que elas aparecem? Como tratá-las?

Esse é um problema que acomete muitas pessoas e causa muitas dúvidas.

Afinal, o que são verrugas?

As verrugas são tumorações benignas de pele. São causadas pelo papiloma vírus humano (HPV). Os aspectos das lesões estão ligados a um ou vários diferentes sorotipos de HPV.

Como acontece o contágio?

O contágio pode acontecer por contato direto, através de pequenas feridas, relações sexuais e via materno-fetal.

Quais os tipos de verrugas?

Verrugas vulgares: no geral, são arredondadas ou irregulares, endurecidas e ásperas. Tendem as ser claras no início, mas podem mudar de cor com o tempo. Aparecem principalmente em áreas com maior atrito, como mãos, joelhos e cotovelos. Pode aparecer em qualquer idade, mas é mais comum acontecer na infância e adolescência.

Verrugas planas: Possuem pequenas pápulas que podem ser amarelas ou castanhas. São mais macias que a as verrugas vulgares.

Verrugas plantares: Também conhecidas como “olho de peixe”, são dolorosas e aparecem na planta dos pés. Podem ser confundidas com calos, por serem endurecidas. Elas crescem para dentro da sola do pé, por conta do peso que o corpo faz sobre elas, causando dores nos pacientes ao andar.

Verrugas filiformes: Aparecem principalmente no rosto e no pescoço, e são caracterizadas por serem lesões finas e alongadas, projetadas para fora do rosto.

Verrugas anogenitais ou condilomas acuminados: Se formam nas regiões genital, peniana, oral e uretral e podem causar tumores malignos.

Como é realizado o diagnóstico?

Através de exames clínicos, como o aspecto e localização da lesão. Colposcopia, papanicolau e biópsia são realizadas nas regiões genitais para identificar o tipo de HPV.

Como são tratadas?

Cada tipo de verruga possui um tratamento diferente. Algumas podem desaparecer normalmente após um tempo. O tratamento pode ser feito com medicação para cauterização química, remoção cirúrgica com eletrocauterização, crioterapia e laser.

Tratamentos

Tratamento para suor excessivo (hiperidrose)

7 out , 2017  

Médica em pé com braços cruzados sorrindo texto tratamento para suor excessivo hiperidrose

A hiperidrose caracteriza-se pelo suor excessivo e imprevisível.

Geralmente, os pacientes sentem desconforto com as marcas nas roupas e o odor mais forte.
Esse problema pode ser tratado com aplicação de toxina botulínica, para eliminar totalmente ou de maneira significativa a sudorese. O efeito pode durar de seis meses a um ano, dependendo de cada organismo.
Em alguns pacientes, a segurança transmitida pela aplicação da toxina botulínica é tão grande, que mesmo após o término de seu efeito, o suor não volta a incomodar.
A aplicação de toxina botulínica nas axilas é feita em consultório, de forma rápida e quase indolor.

,

© Copyright 2021   Dra. Samantha Kelmann | Blog